quinta-feira, 17 de maio de 2012

Encontro Virtual com a escritora Mª Teresa Maia Gonzalez

 

No dia 16 de maio, pelas 10h10, decorreu, no Auditório da ESOD, o 2º Encontro Virtual, via Skype, entre a escritora Mª Teresa Maia Gonzalez e alunos dos 7º, 8º e 10º anos da ESOD.

16052012(006)

De uma forma informal, entusiasta e simpática, a autora respondeu às questões colocadas pelos alunos.

  16052012(001) 16052012(005)

16052012(013)

 

A escritora identificou o tema principal nos seus livros como sendo o amor. O amor de pais e filhos. O amor entre os amigos. Entre namorados. Entre seres humanos.
Tem preferência pela poesia de Sophia de Mello Breyner Andresen e o seu livro de eleição é a Bíblia.
Neste momento, está a escrever três livros; um para a infância “O meu avô está no céu”, outro para a adolescência “Sem máscaras” e um roteiro para adultos sujeitos a cuidados paliativos.
Quando lhe perguntaram qual o motivo por que escreve acerca de temas como droga ou bullying, a autora respondeu que quer mudar o que está mal. Citou a frase "Salvar uma vida é salvar a humanidade", realçando que escreve para tentar salvar nem que seja uma vida. Para tal deve-se estar atento ao outro, escutando o silêncio interior para se conseguir entender o outro e não o deixar sozinho. Quando escreve, sente cada personagem, vive o mundo interior da personagem. Escreve a tempo inteiro. Escreve para tentar mudar o mundo, esperando que tomemos consciência da importância do outro.
Nesta linha de conduta, tem participado em ações de voluntariado, pois considera que todas as formas de solidariedade são importantes.
Quando lhe perguntaram o que achava sobre o método mais eficaz para incentivar os hábitos de leitura entre os jovens, respondeu que é o método seguido pelos professores/bibliotecários, que ensinam, que leem com os alunos nas aulas, que promovem encontros como este, entre alunos e escritores. E é também o contributo dos pais, ao lerem com os filhos. Quanto aos seus livros, referiu que são de quem os lê e que deixam de ser seus quando são lidos pelos leitores.
Em resposta à questão Porque escolheu a personagem de um pai que abandona a sua família para o livro “Cartas da Beatriz”?, a autora disse que se tratava de uma questão muito importante porque se refere ao abandono dos filhos por parte de pais divorciados. Os seres humanos abandonam outros seres humanos. Apelou à atenção ao outro, à entreajuda.
Quanto às questões sobre “A Cruz Vazia”, destacou o simbolismo aí presente, a cruz que acompanha cada um de nós, no sofrimento de cada dia. Realçou também a esperança que cresce nos afetos desenvolvidos em encontros - e em desencontros -, nomeadamente em família.

O nosso agradecimento a Maria Teresa Maia Gonzalez por mais esta sessão com livros, afetos e lições de vida num encontro enriquecedor de cada um consigo/com o outro.

Publicamos os trabalhos à volta dos livros em análise,
nos 7º e 8º anos orientados pelas professoras
Amélia Poças, Constança Sousa, Isabel Seca e Rosário Jacob,
no 10º ano pelos professores
Gisela Couto, Helena Santos, Castro Alves e Francisco Martins. 
Igualmente comentários dos alunos presentes na sessão.

~~~~~

 

 

 

21 comentários:

Ana Rita e Juliana Fonseca disse...

Achamos que as respostas que a escritora nos deu foram muito concretas e deu a entender que ela já sabia muito bem abordar aqueles temas, por experiência própria ou de outros. Para muitos, as respostas foram boas para tirar algumas das dúvidas que existiam sobre a escritora e a sua vida. Ela ajudou-nos a ver o mundo de outra forma e a aceitarmo-nos tal como somos. Que toda a gente é bonita à sua maneira.
Falou-nos um pouco sobre o silêncio interior e o quanto isso importa. Foi uma hora muito bem passada.
Obrigada por mais este Encontro Virtual :')

8ºC

Liliana e Sara disse...

Achamos que a escritora foi sincera em todas as respostas às perguntas que lhe colocaram, e também a falar connosco. Mostrou-nos uma edição da “Lua de Joana” em chinês.
Foi uma experiência boa e gostávamos de repetir para o ano porque foi útil para nos saciar a curiosidade, para nos esclarecer algumas dúvidas que tínhamos. Não pareceu que foi um encontro via Skype, devido à proximidade que ela transmitia pelo modo como se dirigia a nós.
8ºB

Jéssica e Carla disse...

Gostamos muito do encontro com a escritora Maria Teresa Maia Gonzalez.
A parte que mais gostamos foi quando a escritora nos explicou porque gosta de escrever sobre o amor.
Achamos que a escritora é muito simpática e que nos ajudou a perceber o quanto é importante escrever.
O que mais nos marcou foi a maneira como a escritora se expressava e as comparaçoes que fazia para nós percebessemos melhor.
8ºA

Ana Casimiro, 7ºB disse...

O encontro com Maria Teresa Maia Gonzalez foi muito intressante.
Podemos ficar a saber em que é que a autora se inpira para escrever os seus livros.

Bárbara e Adelina, 7ºB disse...

Gostamos muito da visita via skype.
A escritora Maria Teresa Maia Gonzalez tem uma forma muito simples e pacifica de falar, expressa-se muito bem e sabe escolher bem as palavras e os termos que usa.
Na nossa opiniao foi sincera, em todas as perguntas que lhe foram colocadas.

Ana Raquel, 7 B disse...

Adorei poder falar com a autora
Houve perguntas e respostas muito interessantes
Cada resposta que ela deu teve palavras muito bem escolhidas
O livro que li foi o livro "Cartas de Beatriz" foi muito interessante e deu para aprender muito sobre o bullying e a dor que uma rapariga sente por o seu pai sair da vida dela e da mãe
Uma frase que ela mencionou e que se adequa muito bem ao livro foi "não abandone quem nunca o abandonará"
Obrigada por este encontro via skype.

Débora Castro 7ºB disse...

Adorei ler o livro «Cartas da Beatriz» porque dá muitas lições. Na realidade é um livro que tem a experiência da própria Beatriz mas também tem muitos conselhos os quais são muito úteis para nós pelo facto de, nos nossos tempos, termos o chamado Bullying. E este livro é magnífico porque a Beatriz teve uma coragem impressionante que nem sempre as pessoas têm. Para algumas pessoas basta mudar de escola e recomeçam uma nova vida. Mas ela decidiu continuar na mesma escola e isso, volto a repetir uma vez mais, é um grande exemplo de persistência.

Débora Lameirão 7ªB disse...

Para mim foi um enorme prazer ter lido o livro «Cartas da Beatriz», porque está muito bem trabalhado e permite fazer com que todas as pessoas que o leram passem a mensagem de que o Bullying não devia existir.
Adorei conhecer Maria Teresa Gonzalez, porque esclareceu muito bem todas as perguntas realizadas pelos alunos.

Ruben Silva, 7º A disse...

O encontro foi muito divertido especialmente porque a escritora era divertida e muito simpática.
Espero poder ter mais um encontro com a escritora Maria Teresa Maia Gonzalez.

Miguel Ângelo, 7ºA disse...

O encontro virtual foi divertido. Adorei falar com a Mª Teresa Maia Gonzalez. As suas respostas foram esclarecedoras e gostei da forma como simpatizou connosco.

Sofia Vanessa Batista Magalhães, 7º A disse...

O encontro com a Maria Teresa Maia Gonzalez foi muito interessante.
Gostei muito de a conhecer, e é um pessoa muito simpática, também achei muito interessante a parte em que ela disse tinha um livro traduzido em chinês.

Inês Teixeira, 7ºA disse...

O encontro com Maria Teresa Gonzalez foi única. Ela fala com os alunos concretamente. Não deixa nenhuma ponta solta.
Explica as coisa todas a 100%.
Tem uma maneira de falar incrível. É bom saber que no nosso país temos escritoras tão boas.
Foi um tempo muito bom passado.

Inês Maria Oliveira Pinto Carvalho disse...

Eu gostei muito .
Foi muito interessante.
Para mim o encomtro com ela foi aprefundar o meu conhecimento ao nivel da leitura.
Acho que o encontro com ela foi melhorar ums aspectos meus.
Espero que haja outras oportonidades assim.
Os livros da escritora são otimos.

Catarina Gaspar, 7º A disse...

Eu achei o encontro muito importante.Gostei de fazer perguntas à escritora e também de saber mais sobre ela.
Adorei ler o livro «Cartas de Beatriz» no Atelier Ler Sem Medo!
Adorei estar com Maria Tereza Maia Gonzalez.
OBRIGADA... :)

Gabriela Filipa da Silva Vieira 7ºA disse...

O encontro com a escritora foi muito interessante.
Gostamos muito da visita via skype.
Existiam algumas dúvidas mas a escritora teve a gentileza de as esclarecer todas.
Gostei muito de ler o livro «Cartas da Beatriz». O livro é fascinante. Hoje o Bullying é uma coisa muito comum.
Devido à proximidade que a escritora transmitia pelo modo com que ela se dirigia a nós não parecia que estávamos a ter um encontro pela Internet.
Muito obrigada por este encontro...

Pedro disse...

O encontro com a escritora Maria Teresa Maia Gonzalez foi muito importante para mim, porque ela deu muitos exemplos de vida e muitos pontos de vista sobre a leitura que me fez mudar a minha forma de encarar o livro.
Eu pensava, antes do encontro, que não havia ninguém tao apaixonado pela escrita.É impossivel descrever tudo o que aprendi com esta escritora e é algo que nunca esquecerei.

Pedro 8ºA

Sara Castro disse...

Gostei bastante do encontro com a autora porque estava com curiosidade de saber as respostas às nossas perguntas e de ver com era “o mundo” dela.
Adorei ver os livros que ela escreveu, principalmente os livros em outras línguas.

Sara Castro 10ºB

André Batista disse...

Eu penso que a apresentação da autora foi importante e muito objetiva.
Fiquei a saber mais da autora e do livro “A cruz vazia”.

André Batista 10ºE

Paulo Silva disse...

O encontro virtual com a autora Maria Teresa Maia Gonzalez foi muito interessante e útil para sabermos mais sobre o livro “A cruz vazia”.

Paulo Silva 10ºE

A turma do 10º A disse...

O encontro, embora não tenha sido presencial, foi surpreendentemente agradável. A autora respondeu às perguntas que colocámos com clareza, sinceridade e bom humor. Tocou-nos, em especial, o apelo que a autora fez à entreajuda entre as pessoas, o que está de acordo com a fé que ela deposita na capacidade de o ser humano ser útil aos outros. Este encontro foi esclarecedor em relação ao livro A Cruz Vazia e muito enriquecedor a nível pessoal.

Os alunos do 10ºA

10º C disse...

O encontro com a escritora foi muito proveitoso. Por um lado, tivemos ocasião de colocar as perguntas para as quais não tínhamos encontrado respostas na Internet, tanto acerca dos livros publicados, como acerca da vida da autora. Por outro lado, a Maria Teresa Gonzalez revelou aspectos da sua vida privada, mostrando-se uma pessoa com múltiplos interesses, o que é inspirador para as nossas próprias vidas. Gostaríamos de repetir o encontro, de forma presencial, se possível!